Shawãdawa

Show Filters

Exibindo todos 4 resultados

  • ,

    R$25,00R$100,00 Ver opções This product has multiple variants. The options may be chosen on the product page
  • ,

    R$25,00R$100,00
    Quick add
    Mais opções
    Clear
    This product has multiple variants. The options may be chosen on the product page
  • ,

    R$25,00R$100,00
    Quick add
    Mais opções
    Clear
    This product has multiple variants. The options may be chosen on the product page
  • ,

    R$25,00R$100,00
    Quick add
    Mais opções
    Clear
    This product has multiple variants. The options may be chosen on the product page

Exibindo todos 4 resultados

O POVO DAS ARARAS

O povo Shawãdawa é uma comunidade que está presente nas terras amazônicas há várias gerações, cuja história e costumes contribuíram significativamente para a extraordinária diversidade e complexidade das tradições e cultura indígenas em todo o território brasileiro.

A etimologia de seu nome carrega o significado de Arara (Shawã) e Família (Dawa), e outras variações do nome de suas comunidades incluem Araranás, Xawanáua, Ararapina e Tachinauás, entre outros. A língua falada por eles se origina no grupo linguístico Pano, que se espalha pelo Brasil, Peru e Bolívia.

Como várias outras comunidades, infelizmente, suas tradições foram prejudicadas no passado devido, principalmente, à exploração de territórios e à repressão de costumes por grupos que buscavam as riquezas presentes na terra que pertencia aos povos indígenas.

Ainda sim, nos últimos anos, os Shawãdawa têm trabalhado para reverter a privação cultural sofrida pelas gerações mais jovens, concentrando-se especialmente na recuperação de sua língua e na transmissão de costumes, conhecimentos e rituais quase perdidos.

E embora ainda haja muito a recuperar e trabalhar, progressos inspiradores foram feitos, à medida que os direitos a uma expansão do território que pertence legitimamente aos Shawãdawa foram reconquistados pela comunidade.

RAPÉ SHAWÃDAWA

Na cultura e língua Shawãdawa, o Rapé é chamado de Rupusuty, uma palavra que também evoca a ideia do estudo de plantas medicinais que oferecem força espiritual e o poder de curar problemas físicos de qualquer tipo.

A prática de consumir Rupusuti é tão sagrada quanto em inúmeras outras tradições e exige um imenso respeito e profundo conhecimento de todos os aspectos do processo de produção e dos rituais e dietas subsequentes envolvidos no uso desta medicina tradicional.

É o tipo de tradição que os anciãos da comunidade Shawãdawa têm transmitido aos seus descendentes, esperando imortalizar o conhecimento reverenciado e a apreciação por sua ancestralidade, juntamente com rituais envolvendo o Sinbu (Ayahuasca) também.

Dê uma olhada em outras variedade de rapé

Puyanawa

Os Puyanawa, que residem nas áreas elevadas da Amazônia no Acre, utilizam o Rapé como uma substância que atribuem qualidades espirituais e medicinais. Essa mistura é empregada em diversas finalidades, como para fins de recuperação, purificação e para estabelecer conexões com o mundo espiritual. O Rapé Puyanawa desempenha um papel central em cerimônias e rituais tradicionais, sendo considerado um elemento de suma importância na rica herança cultural dos Puyanawa..

Huni Kuin

Os Huni Kuin fazem uso do Rapé para uma variedade de propósitos, como cura, purificação e práticas espirituais. Acredita-se que essa substância possua propriedades medicinais que podem ser benéficas no tratamento de problemas respiratórios, dores de cabeça e outras enfermidades. Adicionalmente, o Rapé desempenha um papel importante em cerimônias e rituais tradicionais, permitindo a conexão com o mundo espiritual e a busca por orientação junto aos antepassados.

Apurinã

Os Apurinã, O Awiry é o nome dado ao Rapé Apurinã, uma variedade tradicional deste snuff utilizado pelo povo Apurinã do Brasil, tanto por motivos medicinais quanto espirituais.